• Eduardo Martín Sturla - Florianópolis 2011 - 4X IRONMAN CHAMPION
  • Eduardo Martín Sturla - Florianópolis 2011 - 4X IRONMAN CHAMPION
  • Eduardo Martín Sturla - Florianópolis 2011 - 4X IRONMAN CHAMPION
Novidades/Blog

You’re an Ironman!

Thursday, 30 de May de 2013

Eduardo Sturla

No último domingo, 26 de Maio completei meu 12º Ironman Brasil das 13 edições que já aconteceram em Florianópolis. Desde a minha primeira vitória, em 2001, passaram muitos anos, experiências, e eu cresci muito tanto como pessoa, tanto como atleta. O triathlon me levou a lugares que eu nunca sonhei ir, viajei o mundo e que me enriqueci muito e comecei a ter uma nova visão das coisas.

No início, o esporte era um jogo, uma terapia, algo novo, e lentamente e com grande sacrifício foi se transformando em meu trabalho. Foi natural, um processo de muitos anos, que estava dando certo graças a uma visão clara dos meus sonhos e uma determinação inabalável. O fato de ter nascido na Argentina tornou as coisas muito mais difíceis, mas também me deu uma força e uma visão das coisas muito mais positivas e otimistas em relação aos atletas de outros países, que tem as coisas menos complicadas.

Hoje eu aproveito o jogo, recuperando a essência, o que para mim também é um estilo de vida. O espírito do esporte quando eu comecei era o desafio de superar a si mesmo, quebrar barreiras. Mas em alta competição nos esquecemos um pouco disso, e pensamos apenas no número um e nada menos do que isso é o suficiente. Até para alcançar nosso objetivo, como quando meu grande sonho se realizou em 2008, quando eu fui 10 º no Mundial de Ironman Hawaii. Anos mais tarde, eu tive que me reinventar. Como seguir em frente depois de realizar o que eu mais queria alcançar na vida? Como continuar? É preciso seguir, você tem que ficar motivado, porque no final faço o que eu amo, o que eu escolhi fazer e isso é um grande privilégio. Assim, sempre que eu cruzo a linha de chegada, faço com um sorriso porque por mais que seja o meu pior dia, eu faço o que eu amo, e quando você faz o que você ama sempre vence.

Competir o Ironman Brasil é sempre muito especial para mim. Foi onde ganhei minha primeira grande prova e onde eu comecei no esporte profissional. Eu nunca vou esquecer quando eu cruzei a linha de chegada, em 2001, e me transformei do "Eduardo who (quem)?" Para "Eduardo Sturla".

Este ano eu estou com novos projetos pessoais que envolvem muitas mudanças na minha vida. Entre eles o fato de sair da Argentina para o Brasil por alguns meses. É parte de uma transição muito maior que virá mais tarde. Que envolveu algumas mudanças lógicas, mas é parte do processo. Em algum momento, nós queremos fazer coisas novas e o novo nem sempre é natação, ciclismo e corrida.

Cheguei em Floripa muito bem preparado e ansiosos para correr. Nadei bem, mas eu fiz uma bike conservadora. Eu queria fazer a minha prova sem me preocupar muito com os outros, e sem muita pressão. A diferença de quando eu ganhei em 2001 e, agora, é que antes ninguém esperava nada de mim e agora todos os olhos se voltam para mim. Isso é uma carga pesada que temos que saber como usar. Eu fui a correr com um grupo de seis atletas e começamos em um ritmo intenso descontando tempo. São os riscos que você tem que fazer em uma prova. Por volta do km 18, comecei a ter uma forte cólica eu não sustentei mais o ritmo. Eu tive que caminhar por quilômetros e parar muitas vezes para ir ao banheiro. Eu pude segurar o TOP 8 até o km 30, mas então eu não podia mais. Foi quando eu me topei com o famoso muro: parar ou continuar?

Meu lema é "Never Give up". Isso não é um acaso e não é apenas uma frase. É uma atitude perante a vida. Eu sempre fui um lutador, eu sempre corri atrás dos meus sonhos por mais complicado e difícil que possa parecer. Assim, a minha escolha foi seguir em frente. Naquele momento, poderia ter desistido, mas como eu disse antes, a minha visão hoje é diferente.

O espírito do esporte como bem disse é o desafio, para superar, para lutar contra a adversidade. Todos nós passamos pela mesma coisa, mesmo quem já fez milhares de Ironmans. Então, o dia 26 de maio foi um dia para aprender, nunca é tarde e nunca é demais passar por novas experiências e aprender a lidar com o novo. Terminei. 08:55:46. Missão cumprida. E o meu 35º Ironman.

O importante não é vencer todos os dias, mas lutar sempre e nunca desistir!

NEVER GIVE UP!

Abraço,
Eddie

**********

Trajetória de Sturla no Ironman Brasil

1999 (Porto Seguro) – 6º lugar
2001 (Florianópolis) – 1º lugar
2002 – 3º lugar
2003 – 3º lugar
2004 – 7º lugar
2006 – 7º lugar
2007 – 3º lugar
2008 – 1º lugar
2009 – 1º lugar
2010 – 4º lugar
2011 – 1º lugar *** Tetracampeão da prova e maior vencedor da história
2012 – 7º lugar
2013 – 14º lugar

Publicado por: Sturla Performance II
0 comentarios
Comentários
Elizabeth dice:

Congrats on finishing in such tough conditions! I wonder sometimes if it’d be better to cut our losses when we are not getting the time we know are capable of, and then save the energy for another try. Also cut down on recovery time. But again, we signed onto endurance sports to finish no matter what circumstances we are and not just to podium, right? Do you agree? Espero que la proxima sea mejor! Saludos y Felicitaciones!

31.05.2013

Enviar comentário
Os mais visitados
A última mensagem
COBERTURA IRONMAN DE BRASIL EN TRIAMAX.COM
www.pulver.com.ar
Sites de interesse
Twitter de Sturla

Sturla gear powered by:
Sponsors
Sturla Management
Treinamento online e palestras coorporativas.